Casa Moda

Casamento romântico: a decoração

Como visto no primeiro post do nosso Especial de Casamentos, neste mês de maio, em um tempo distante, essas celebrações aconteciam por arranjos e interesses, pois eram tratadas como negócios e tinham por objetivo ampliar posses e territórios. Mas, a partir do momento em que os casamentos começaram a acontecer por amor, tornou-se presente a preocupação com uma decoração que transmitisse o afeto e a união celebrados pelos noivos.

Historicamente, o primeiro casamento que ocorreu em nome do amor, foi o da rainha Victória com o príncipe Albert, no século XIX. Ela revolucionou a tradição dos casamentos, iniciando práticas como a troca de alianças e o vestido branco, além da união por motivos que não fossem políticos ou socioeconômicos. Dessa forma, o casal se tornou referência no assunto, influenciando esses eventos, até os dias de hoje.

O ideal romântico instaurado no casamento da rainha refletiu em como as noivas, que casam-se sob essa perspectiva, devem escolher os itens decorativos da celebração: tecidos de renda, arcos e coroas de flores, louças em cerâmica, uso de pérolas, entre outros.

VEJA MAIS >
MAIO: O MÊS DAS NOIVAS
O ESTILO VINTAGE NA ATUALIDADE

Atualmente, também é tendência para os casamentos que refletem a paixão e o romance dos noivos, o uso de tons pastel, tais como rosa, lilás, nude e salmão. O vermelho não fica de fora: ousado e elegante, é da cor do amor.

É importante combinar as paletas de flores e cores, além da renda do vestido com os tecidos da decoração, enriquecendo o ambiente de fantasia e conto de fadas. O bolo, além de ser um dos doces mais deliciosos da festa, é um item decorativo repleto de significados. Tradicionalmente, é composto por três andares, cujos quais representam as bases do relacionamento: o primeiro, o compromisso; o segundo, o casamento; e o terceiro, a eternidade.

Os casamentos atuais ocorrem de diversas maneiras, apesar de muitos seguirem as tradições festivas. Esse evento solene deve celebrar apenas a escolha de dois adultos, que optaram estar em uma relação estável, em que um dá suporte ao outro, assumindo responsabilidades mútuas. Então, vale lembrar que, apesar de o amor real não ser o “felizes para sempre” visto nos livros, o importante é recordar de quem está ao seu lado, do motivo do seu sim, da promessa de fidelidade, companheirismo e parceria, feitas no dia que afirmaram seus votos. Pois, o amor vale a pena!

“Nenhum homem é uma ilha” – Thomas Morus

E aí, gostou de saber mais sobre a história do romance nos casamentos? Não perca os próximos posts para saber mais sobre o assunto! E não esqueça de deixar o seu comentário!

LEIA TAMBÉM >
OS AESTHETICS FAMOSOS DA INTERNET: DESCUBRA O SEU
CAMA, MESA, BANHO | IDEIAS DE PRODUTOS

Thanks and Kisses,


Equipe Opte+

Sem comentários
Post Anterior
06/05/2021
Próximo Post
06/05/2021

Sem comentários

Deixar um comentário

Instagram

Unable to communicate with Instagram.

Siga o @optemais no Insta!